A 9ª edição dos Prémios Sophia, inicialmente agendada para 22 de março de 2020, viu-se adiada para dia 17 de setembro de 2020, com o objectivo de minimizar o impacto da pandemia de COVID-19, por uma questão de responsabilidade social e saúde pública. Ana Bola e Joana Pais de Brito apresentaram esta cerimónia tão especial e diferente.Os nomeados foram revelados no dia 18 de Fevereiro de 2020.

Nomeados e Vencedores

Melhor Filme

Vencedor

A Herdade de Paulo Branco 

Nomeados

A Herdade de Paulo Branco
Diamantino de Maria João Mayer
Variações de Fernando Vendrell
Vitalina Varela de Abel Ribeiro Chaves

Melhor Realização

Vencedor

Tiago Guedes – A Herdade

Nomeados

Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt – Diamantino
João Maia – Variações
Pedro Costa – Vitalina Varela
Tiago Guedes – A Herdade

Melhor Documentário em Longa-Metragem

Vencedor

Até que o Porno Nos Separe – Jorge Pelicano e Irina Calado

Nomeados

Até que o Porno Nos Separe – Jorge Pelicano e Irina Calado
Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos – Renée Nader Messora, João Salaviza
Ricardo Alves Jr. e Thiago Macêdo Correia
Lupo – Pedro Lino Pandora da Cunha Telles e Pablo Iraola
Terra Franca – Leonor Teles, Filipa Reis e João Miller Guerra

Melhor Série/Telefilme

Vencedor

SUL – Ivo M. Ferreira e Edgar Medina

Nomeados

Luz Vermelha de André Santos, Marco Leão e Filipa Reis
O Nosso Cônsul em Havana de Francisco Manso
SUL – Ivo M. Ferreira e Edgar Medina
Teorias da Conspiração de Manuel Pureza e Leonel Vieira

Melhor Argumento Original

Vencedor

A Herdade – Rui Cardoso Martins e Tiago Guedes

Nomeados

Diamantino – Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt
Variações – João Maia
Vitalina Varela – Pedro Costa e Vitalina Varela
A Herdade – Rui Cardoso Martins e Tiago Guedes

Melhor Argumento Adaptado

Vencedor

Tristeza e Alegria na Vida das Girafas
Tiago Rodrigues e Tiago Guedes

Nomeados

A Portuguesa
Agustina Bessa-Luís e Rita Azevedo Gomes

Os Dois Irmãos
José Fanha

Imagens Proibidas
Hugo Diogo

Tristeza e Alegria na Vida das Girafas
Tiago Rodrigues e Tiago Guedes

Melhor Atriz Principal

Vencedor

Sandra Faleiro – A Herdade

Nomeados

Inês Castel-Branco – Snu
Margarida Vila-Nova – Hotel Império
Sandra Faleiro – A Herdade
Vitalina Varela – Vitalina Varela

Melhor Ator Principal

Vencedor

Sérgio Praia – Variações 

Nomeados

Albano Jerónimo – A Herdade
Carloto Cotta – Diamantino
Igor Regalla – Gabriel
Sérgio Praia – Variações 

Melhor Atriz Secundária

Vencedor

Ana Vilela da Costa – A Herdade

Nomeados

Ana Vilela da Costa – A Herdade
Anabela Moreira e Margarida Moreira – Diamantino
Teresa Madruga – Variações
Victoria Guerra – Variações

Melhor Ator Secundário

Vencedor

Filipe Duarte – Variações

Nomeados

Augusto Madeira – Variações
Filipe Duarte – Variações

João Pedro Mamede – A Herdade
Miguel Borges – A Herdade

Melhor Direcção de Fotografia

Vencedor

A Herdade – João Lança Morais

Nomeados

A Portuguesa – Acácio de Almeida
Variações – André Szankowski
A Herdade – João Lança Morais
Vitalina Varela – Leonardo Simões

Melhor Montagem

Vencedor

A Herdade – Roberto Perpignani

Nomeados

Caminhos Magnétykos – Cláudio Vasques
Variações – Pedro Ribeiro
Diamantino – Raphaëlle Martin-Holger, Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt
A Herdade – Roberto Perpignani

Melhor Som

Vencedor

Variações – Branko Neskov, Nuno Bento, Tiago Raposinho e Joana Niza Braga

Nomeados

Caminhos Magnétykos – Artur Cyaneto, Emílio Alicante,Pedro Góis e Pedro Marinho
A Herdade – Elsa Ferreira, Francisco Veloso e Pedro Góis
Vitalina Varela – Hugo Leitão e João Gazua
Variações – Branko Neskov, Nuno Bento, Tiago Raposinho e Joana Niza Braga

Melhor Banda Sonora Original

Vencedor

Variações – Armando Teixeira

Nomeados

Variações – Armando Teixeira
A Portuguesa – José Mário Branco
Tristeza e Alegria na Vida das Girafas – Manuel Cruz
Caminhos Magnétykos – The Legendary Tigerman

Melhor Canção Original

Vencedor

Quero dar nas Vistas
Letra de António Variações
Interpretação de Sérgio Praia e música de Balla
Variações

Nomeados

Quero dar nas Vistas
Letra de António Variações
Interpretação de Sérgio Praia e música de Balla
Variações

“Prière Pour La Paixr”
poema de Charles D’Orléans
música de José Mário Branco e voz de Ingrid Caven
A Portuguesa

“Quiescent”
letra e música de Surma
Snu

“Vai”
letra e música de Vado Más Ki Ás
Gabrie

Melhor Direcção Artística

Vencedor

O Grande Circo Místico – Artur Pinheiro

Nomeados

Snu – Ana Vaz
O Grande Circo Místico – Artur Pinheiro
A Herdade – Isabel Branco
Variações – Sara Lança

Melhor Caracterização/ Efeitos Especiais

Vencedor

Diamantino – José André, Carlos Almeida (Irmã Lúcia) e João Rapaz

Nomeados

A Herdade – Carlos Amaral e Íris Peleira
Diamantino – José André, Carlos Almeida (Irmã Lúcia) e João Rapaz
Variações – Magali Santana
Mutant Blast – Tiago Borrões, Fernando Alle e João Rapaz

Melhor Guarda-Roupa

Vencedor

Variações – Patrícia Dória

Nomeados

A Herdade – Isabel Branco e Inês Mata
Hotel Império – Lucha D’Orey
Variações – Patrícia Dória
Snu – Sílvia Grabowski

Melhor Maquilhagem e Cabelos

Vencedor

Variações – Magali Santana, Alexandra Espinhal e Gena Ramos

Nomeados

Snu – Ana Lorena e Natália Bogalho
A Herdade – Íris Peleira e Ana Maria Palma
Variações – Magali Santana, Alexandra Espinhal e Gena Ramos
Hotel Império – Nuno Esteves “Blue”

Melhor Curta-Metragem de Ficção

Vencedor

A Fábrica – Diogo Barbosa

Nomeados

A Fábrica – Diogo Barbosa
A Herança – Paulo A. M. Oliveira  e Pedro Martins
Arriaga – Welket Bungué
Invisível Herói – Cristèle Alves Meira

Melhor Curta-Metragem em Documentário

Vencedor

Raposa – Leonor Noivo

Nomeados

Estas Mãos São Minhas – André Miguel Ferreira
Kalani – Gift from Heaven – Nuno Dias
Lá Fora as Laranjas Estão a Nascer – Nevena Desivojević
Raposa – Leonor Noivo

Melhor Curta-Metragem de Animação

Vencedor

Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias – Regina Pessoa

Nomeados

Assim Mas Sem Ser Assim – Pedro Brito
Equinox – Bruno Carnide
Maré – Joana Rosa Bragança
Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias – Regina Pessoa

Prémio Sophia Estudante

Vencedor

Loop – Ricardo M. Leite

Nomeados

Jamaika Onto New Paths – Alexander Sussmann
Loop – Ricardo M. Leite
O Presidente Veste Nada – Clara Borges e Diana Agar
Sombra – Diogo Lourenço, Duarte Gaivão e Francisco Moura