Extensão Cine Eco em Lisboa

Extensão CineEco

 Academia Portuguesa de Cinema

LISBOA

TODAAS AS SESSÕES ÀS 18H30, no Collegiate Marques de Pombal, Rua conde redondo 79. ENTRADA LIVRE (mediante inscrição, link: https://goo.gl/forms/lDdjYLzKCVtyhAcf1)   SINOPES Dia 26 MENTIRA VERDE (The Green Lie), Werner Boote, doc., Áustria, 2018, 93′ Tudo eco? No seu novo documentário, o diretor Werner Boote ajuda a explicar alegadas verdades e mentiras das principais corporações e mostra que a justiça não tem que significar justo, e sustenalegadastável não significa duradouro.   Dia 27 A ARCA DE ANOTE (Anote’s Ark), Matthieu Rytz, doc, Canadá, 2018, 77’ Prémio Antropologia Ambiental CineEco 2018 O que vai acontecer quando um país inteiro for engolido pelo mar? As ilhas de Kiribati (população: 100.000) são uma república do atol do Pacífico, que vai ficar submersa nas próximas décadas devido às mudanças climáticas. Este filme aborda esta questão e o que está a ser preparado pelas organizações internacionais e, sobretudo, pelo seu presidente Anote Tang, que procura defender o seu povo, uma cultura de 4000 anos e fazer migrar, com a maior dignidade, uma nação inteira.   Dia 28 ATÉ À ÚLTIMA GOTA – A GUERRA SECRETA NA EUROPA (UP TO THE LAST DROP – The Secret War in Europe), Yorgos Avgeropoulos, doc, Grécia/França, 2017, 58’ Prémio Educação Ambiental CineEco 2018 Este filme segue o dinheiro e os interesses corporativos em treze cidades de seis países da União Europeia, durante um período de quatro anos. É um documentário sobre a questão da água, mas que reflete os valores europeus contemporâneos e a qualidade da atual democracia europeia.   Dia 29 PONTO SEM RETORNO (Point of No Return), Noel Dockstader and Quinn Kanaly, doc, EUA, 2017, 95’ Menção Honrosa CineEco 2018 A história por detrás do mediatismo do que é necessário para que dois pilotos suíços e uma equipa de engenheiros realizem um dos mais ambiciosos feitos da história da aviação: pilotar por todo o mundo, um avião experimental movido a energia solar, para provar o potencial da energia limpa.   Dia 30 AS PEQUENAS GALOCHAS AMARELAS (Little Yellow Boots), John Webster, doc. Finlândia/Alemanha/Rússia/Noruega/Letónia, 2017, 95′ Prémio Valor da Água e Prémio Juventude CineEco 2018 Uma carta cinematográfica para uma futura bisneta fictícia, que cruza uma história de perda pessoal, família e a diferença que cada um de nós pode fazer neste mundo. O que passamos para aqueles que vêm depois de nós, tanto para o bem como para o mal? E que diferença uma pessoa pode fazer neste mundo? Estas são as questões universais que preocuparam John Webster nesta carta cinematográfica pessoal para a sua bisneta Dorit, uma menina que nascerá na década de 2060, e cujas galochas amarelas vão andar por um litoral muito diferente daquele que conhecíamos. Uma história que une o passado, o presente e o futuro num documentário bonito, emocionante e promissor sobre o poder que cada um de nós tem, para fazer a diferença e mudar o mundo.   Dia 1  UTOPIA REVISITADA (Utopia Revisited), Kurt Langbein, doc, Austria, 2018, 91’ Grande Prémio CineEco 2018 Pessoas em todo o mundo procuram alternativas para além do capitalismo desenfreado, que, inerentemente, produz pessoas incrivelmente ricas, por um lado, mas incrivelmente pobres, por outro. Existe algum modelo para uma sociedade mais justa?