António Ferreira adapta ao cinema romance sobre Pedro e Inês

António Ferreira, membro da Academia Portuguesa de Cinema desde a primeira hora, vai adaptar ao cinema o romance inspirado no mito de Pedro e Inês “A Trança de Inês” de Rosa Lobato Faria.  A produção está a cargo da Persona Non Grata Pictures, esperando começar as rodagens em Coimbra, entre maio e junho. O filme ‘A Trança de Inês’ começou a ser pensado há cerca de dez anos, após o realizador António Ferreira ter lido o romance homónimo de Rosa Lobato Faria, um livro “com um certo caráter existencialista”, que se inspira no mito de Pedro e Inês e que aborda a intemporalidade do amor, contou.
Na abordagem ao cinema, o realizador optou por seguir mais “o mito do que a história factual” de Pedro e Inês, mantendo a ideia presente no livro de Rosa Lobato Faria do ressoar dessa mesma história noutros tempos, seja no presente ou no futuro – “um tempo imaginário”

Leave a Reply